A Fundação Grünenthal utiliza cookies próprios e de terceiros para melhorar a experiência de navegação, oferecer conteúdo personalizado e melhorar os seus serviços. Utilizamos scripts analíticos que colocam um cookie de rastreamento mas apenas ativamos esses serviços com o seu consentimento. Se clicar em “Aceitar”, está a consentir com a utilização desses scripts analíticos.

Pode retirar o seu consentimento em qualquer altura Para o fazer, modifique as suas configurações neste Website seguindo este link para a nossa Declaração de Privacidade com as opções de configuração: Ir a definições

Aceitar

;

Associação Portuguesa para o Estudo da Dor e a Fundação Grünenthal promovem anualmente o Prémio Jornalismo

A Associação Portuguesa para o Estudo da Dor e a Fundação Grünenthal, doravante designadas como Entidade Promotora, criaram um Prémio de Jornalismo, com o objetivo de incentivar e reconhecer o interesse e qualidade dos trabalhos jornalísticos em Língua Portuguesa, na área da DOR.

O prémio destina-se a todos os jornalistas, com carteira profissional válida, residentes em Portugal continental e Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores, cujos trabalhos tenham sido publicados na Imprensa escrita, Imprensa online, Televisão ou Rádio,desde o dia 1 de Janeiro de 2020 até ao dia 30 de Junho de 2021.

O valor total do prémio é de 3.000 euros. Será entregue um Primeiro Prémio, ao melhor trabalho a concurso, no valor de 2.000 euros, e um Segundo prémio, ao segundo melhor trabalho a concurso, no valor de 1.000 euros.

As candidaturas estão abertas até ao dia 15 de agosto de 2021.
Consulte aqui o regulamento: Regulamento Prémio de Jornalismo na área da DOR

Trabalhos Premiados

8ª Edição (2018/2019)

Primeiro Prémio

Trabalho: “Renascidos do Cancro”

Autora:
Cristina Lai Men (TSF)

Segundo Prémio

Trabalho: “Ir ao hospital fazer acupunctura, hipnose ou “reiki””

Autora:
Susana Pinheiro (Público)

Menção Honrosa T

rabalho: “Dor Crónica, Dor que mói”

Autoras:
Sara Dias Oliveira (Notícias Magazine)